Ruby Bridges

 

Em 1954, ano em que Ruby nasceu, o Supremo Tribunal dos EUA ordenou o fim do “separados mas iguais” na educação para crianças Africano-Americanas. Escolas no sul do país ignoraram a decisão. À Louisiana foi dado o prazo até final de setembro de 1960, para integrar as escolas de Nova Orleans. Elas começariam com os Jardins de Infancia e iriam integrar um ano escolar de cada vez. RubyBridges era apenas uma das cinco crianças negras que passaram no teste para determinar quais seriam as crianças que seriam enviados para as escolas dos “brancos”. O teste havia sido criado de uma maneira para que as crianças negras não fossem capazes de passar. A família de Ruby tomou a decisão de lutar por seus direitos e inscreveu a pequena Ruby no primeiro grau em uma escola toda branca. Ela seria a única criança negra lá.

Ruby chegou para seu primeiro dia de aula com uma escolta de quatro agentes federais e foi apulpada por uma multidão sinistra das donas de casa e adolescentes enraivecidos. Mães furiosas tiraram as suas crianças da escola, alegando que elas só voltariam quando Ruby tivesse deixado o local. Por todo esse ano letivo a escola ensinou apenas para cinco alunos. Ruby e outros quatro estudantes brancos.

fonte: http://ppaberlin.com/2011/11/13/a-pequena-ruby-bridges-e-a-historia-do-racismo-nos-eua/

Quem Somos

Somos mulheres voluntárias, que queremos transformar nossa realidade, desenvolvendo e promovendo atividades em nossas comunidades.

Quer saber mais?

Projetos

Conheça os projetos nos quais a Warmis esta envolvida. Saiba o que fazemos e o que queremos mudar. Seja a mudança conosco!

Conheça!

Materiais

Lista de Materiais sobre migração, mulheres, não-violência ativa e humanismo universalista. Confira! A lista está sempre sendo atualizada.

Leia mais

Blog

Nosso Blog está sempre atualizado com as últimas notícias referidas aos nossos projetos e aos temas referentes a mulheres e migração.

Confira!