Skip to main content

Inauguração exposição "Migrar: inquietações, perguntas e possibilidades"

O Museu da Imigração (MI) – instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo –, localizado no complexo da antiga Hospedaria de Imigrantes do Brás, inaugura, em 6 de maio (sábado), às 11h30, a exposição Migrar: inquietações, perguntas e possibilidades, no 1º andar do edifício. A produção poderá ser visitada até dezembro de 2023.

A mostra, que tem processo curatorial colaborativo, amplia o diálogo com a sociedade, incluindo o público no projeto da nova exposição de longa duração que ouviu migrantes, refugiados, moradores do entorno e especialistas

A instalação é a primeira produção relacionada ao novo projeto curatorial colaborativo que, desde 2022, promove um longo e minucioso processo de escuta com migrantes, refugiados, acadêmicos, visitantes, moradores do entorno e instituições relacionadas à temática migratória. A iniciativa marca o início da requalificação da exposição de longa duração Migrar: experiências, memórias e identidades, aberta em 2014, que será atualizada de acordo com a nova conjuntura nacional e internacional das migrações.

A mostra Migrar: inquietações, perguntas e possibilidades – que parafraseia o nome da atual exposição de longa duração – apresentará ao público as perguntas-chave resultantes desse diálogo com os grupos sociais escutados, como “Em todo o lugar tem um brasileiro?”, “Por que as pessoas migram?” e “O que faz alguém se sentir em casa?”. De acordo com a diretora-executiva da instituição, Alessandra Almeida, “essas questões, que já fazem parte da nossa realidade, são uma mostra de que uma história única sobre os deslocamentos humanos nunca foi possível e que falar sobre migração é também uma possibilidade de voltar os olhos para dentro, reconhecendo-se nas múltiplas camadas e experiências que esse processo carrega”.

O público será instigado a refletir sobre as ausências e as problemáticas que, normalmente, fazem parte das decisões de uma curadoria. Dessa forma, a instalação se materializa como um convite para um pensar coletivo, expondo a complexidade da escolha dos caminhos de uma narrativa que conte as diversas histórias relacionadas ao processo migratório humano.

A mostra é composta de imagens, instalações, interatividade, peças do acervo e vídeo, que servem menos para dar respostas e mais para ajudar a conduzir as perguntas. Com o mesmo objetivo, a campanha institucional deste ano dará continuidade a esse diálogo aberto, trazendo novas perspectivas por meio de ativações presenciais e digitais.

Complementando a colaboração com migrantes, refugiados e especialistas, o museu convidou a Equipe de base Warmis - Convergência das culturas para participar compartilhando suas experiências para o acervo da mostra. A iniciativa marca um importante passo para trazer perspectivas plurais e incluir vozes e vivências diversas nas discussões sobre a temática migratória.

Serviço

Inauguração exposição Migrar: inquietações, perguntas e possibilidades 
Data: 6 de maio, às 11h30
Local: Exposição de Longa Duração – Museu da Imigração
Em cartaz até dezembro/2023

Museu da Imigração

Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca – São Paulo/SP
Tel.: (11) 2692-1866
Funcionamento: de terça a sábado, das 9h às 18h, e domingo, das 10h às 18h (fechamento da bilheteria às 17h)
R$10,00 e meia-entrada para estudantes e pessoas acima de 60 anos | Grátis aos sábados e, todos os dias, para as crianças até 7 anos
Acessibilidade no local – Bicicletário na calçada da instituição – Não possui estacionamento

  • Acessos 178

Compartilhe este conteúdo com seu contatos!